investir-mercado-esports-blog

Conhecer o mercado e apostar certo

O mercado de esportes eletrônicos no Brasil está bastante aquecido e chamando atenção das grandes empresas. Grandes equipes de futebol como Santos Futebol Clube tem parceria com a equipe Dexterity. O São Paulo F.C. também planeja entrar com tudo no mercado.

Enquanto essas parcerias são pontuais, grandes empresas como a Coca-Cola e Nestlé ainda não tem interesse ou conhecimento suficiente para entrar no mercado, que já possui a RedBull a P&G (Old Spice) já colhem aumento em sua exposição nesse mercado.

É preciso uma mudança de paradigma tanto para os entusiastas e empresários, que precisam profissionalizar seu negócio, quanto para os investidores, que precisam entender que o mercado de esportes eletrônicos é único e precisa de ações próprias.

Nos Estados Unidos, a NFL e NBA estão investindo na criação de campeonatos paralelos com respectivos jogos de suas franquias. Mas isso pode acabar sendo um tiro no pé, já que o público que é fã de futebol americano e basquete, provavelmente irá preferir ver o jogo de seu time favorito ao invés de ver uma representação virtual. A mesma situação se aplica quando uma equipe de esportes investe apenas no jogo que melhor define sua atividade principal.

Trabalhar uma nova modalidade e vendê-la para uma nova audiência pode parecer algo perigoso mas existem jogos como o League of Legends e Counter-Strike Global Offensive com cenários já estabelecidos e campeonatos e viewer base próprios. São entusiastas que possuem bastante atividade nas redes sociais e que compram o barulho quando precisam defender seus times.

Todas as empresas buscam mais consumidores e clientes para seus produtos. E os esportes eletrônicos tem milhões deles apenas esperando seu voto de confiança.

Conte com a LGZ e nosso network para trazer sua marca nesse novo mercado.

 

Autor
Guilherme Barbosa
Managing Partner
guilherme@lgzn.gg
linkedin